Economia forte faz crescer a representação comercial

 

No aniversário do SIRECOM-PR, governador do Paraná destacou que o pagamento dos salários dos servidores, que injetará R$ 5,1 bilhões na economia estadual nos próximos 30 dias, vai movimentar o comércio e beneficiar os representantes comerciais

 

O governador Beto Richa participou nesta terça-feira (21), em Curitiba, da comemoração pelos 75 anos do Sindicato dos Representantes Comerciais do Paraná (Sirecom-PR) e destacou que o pagamento dos salários de novembro, dezembro e do 13º para os servidores estaduais injetará R$ 5,1 bilhões na economia do Estado.

“Isso sem dúvida se refletirá em mais vendas, contribuindo para movimentar o comércio no final do ano, o que beneficia lojistas e comerciários e também o setor de serviços”, afirmou o governador. “Com equilíbrio nas contas, o Governo do Paraná pode manter em dia o compromisso com seus servidores, o que ajuda diversos outros setores”, afirmou.

O governador lembrou que o setor de representação de vendas - que reúne cerca 40 mil profissionais no Paraná e mais de um milhão no Brasil – também foi bastante atingido pela crise nacional. “Agora pode se beneficiar com a retomada da atividade econômica”, afirmou.

Ele destacou, ainda, a antiga parceria com o setor desde a época que foi prefeito de Curitiba, quando atendeu uma reivindicação para a redução do Imposto sobre Serviços (ISS) de qualquer natureza. “A iniciativa serviu de exemplo para outros municípios paranaenses reconhecerem a importância desse setor para a nossa economia. Aproveito para renovar meus compromissos com quem produz, gera empregos e riquezas ao nosso Estado”, disse Richa.

INVESTIMENTO PÚBLICO – O governador lembrou que, em função da melhoria na atividade econômica e do ajuste fiscal realizado pelo Governo Estadual, os níveis de investimento público também aumentam. Em 2017, a previsão é fechar com investimento total de R$ 7,8 bilhões. “ Enquanto os outros estados estão com dificuldade até para pagar os servidores, nós estamos com as contas em dia. O Paraná foi o primeiro a sair da crise e, hoje, todos os paranaenses podem colher os frutos do ajuste fiscal”, reafirmou Richa. A proposta orçamentária de 2018, que tramita na Assembleia Legislativa, projeta o montante de R$ 8,4 bilhões, incluindo os aportes da Copel e da Sanepar.

DIFERENCIADA – O presidente do Sirecom-PR, Paulo Nauiack, também mencionou a situação econômica diferenciada do Paraná. “O governador Beto Richa fez a lição de casa e, hoje, o Estado está com uma economia forte e preparada. Se o Estado cresce, crescem também as oportunidades de negócios para os representantes comerciais paranaenses”, afirmou.

O presidente da Federação do Comércio do Estado do Paraná (Fecomercio), Darci Piana, destacou a boa situação financeira do Paraná e comemorou a antecipação do 13º salário dos servidores. “Essa é uma notícia muito boa. A medida vai movimentar a economia, manter empregos e possibilitar novas contratações no fim de ano, o que proporcionará um Natal melhor pra muita gente”, disse o presidente.

O Sirecom-PR foi um dos primeiros sindicatos criados no Estado, em 1942, e é um dos fundadores da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio-PR).

PRESENÇAS - Participaram o evento o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; os secretário de Planejamento, Juraci Barbosa e Administração, Fernando Ghignone; o diretor presidente do BRDE, Orlando Pessuti; o presidente do Sindijor e vice presidente da Fecomércio, Camilo Turmina; o presidente da Junta Comercial do Paraná, Ardissom Akel; os deputados estaduais, Guto Silva, Ademir Bier e André Bueno; e o vereador Tito Zeglin.