QUEIJO PARANAENSE GANHA MEDALHA DE OURO NO MAIS IMPORTANTE CONCURSO NACIONAL DO GÊNERO

 

 

Vinte e dois produtores do Paraná conquistaram 12 prêmios no V Concurso Nacional Queijo Brasil, no fim de semana. Eles concorreram com 25 queijos e ganharam quatro medalhas de ouro, duas de prata e seis de bronze. Realizado em Florianópolis, o concurso é o maior e mais importante evento deste gênero do Brasil e nesta edição contou com a participação de 711 queijos de todo o País. Houve diversas categorias, como queijo artesanal tradicional, de leite cru, de leite pasteurizado, de maturadores e, ainda, queijos finos.

Participaram queijos fabricados com leite de vaca, búfala, cabra e ovelha. O concurso é promovido pela Associação Comer Queijo (Associação de Comerciantes de Queijos Artesanais Brasileiros). Os estados que mais enviaram produtos foram Minas Gerais, Santa Cataria e São Paulo. O Paraná participou pela primeira vez com queijos de 12 regiões, principalmente da região Sudoeste.

A produção e os sabores dos queijos artesanais brasileiros têm sido cada vez mais valorizados por consumidores de outros países. Alguns, como os mineiros, já alcançaram visibilidade internacional. No caso dos paranaenses, o bom desempenho nesse concurso faz parte da trajetória para que o Estado possa ser reconhecido no cenário nacional.

Nos próximos dias, os produtores paranaenses que participaram do Concurso em Florianópolis vão receber a avaliação de seus queijos para que possam qualificar ainda mais as suas produções.

O Instituto Emater, em parceria com o Ministério da Agricultura e Secretaria da Saúde do Paraná, realizou durante 2017 e 2018 o primeiro concurso estadual de queijo artesanal. O concurso identificou o potencial da produção através da participação de 185 produtores de todo Estado. A partir dessa iniciativa, foi dada continuidade ao processo de qualificação da produção em várias regiões do Estado.

 

Os 12 paranaenses premiados no concurso em Santa Catarina:

Medalhas de Ouro:

- Queijo Colonial Vale do Alecrim, de Angelita Aparecida Freski Surcan, de Pinhão;

- Queijo Colonial Martinazzo, de Roseli e Claudemir Martinazzo, de Itapejara do Oeste;

- Queijo Colonial Sudoeste, de Angela Maria Kunz Marangon, de Saudade do Iguaçu;

- Queijo Tomazina, de Alfredo Braz da Costa Alemão, de Tomazina.

Medalhas de Prata:

- Queijo Cura Junior, de Luiz Henrique Pedroso, de Ribeirão Claro;

- Queijo Artesanal Eliane, de Eliane Mergener da Silva, de Dois Vizinhos.

Medalhas de Bronze:

- Queijo Colonial, de Maristela Gaio, de São Jorge D’Oeste;

- Mozzarella, de Mauro Di Sebastiano, de Cascavel;

- Queijo Colonial, de Marildo Attilio Capra, de Francisco Beltrão;

- Queijo Jóia Rancho Seleção, de Valdeir e Marcia Martins, de Londrina;

- Queijo Purungo, de Jiceli Vantroba Comin, de Palmeira;

- Queijo Colonial Ludwig, de Marcia Terezinha S. Ludwig, de Cascavel.